Em nota: Romero anuncia desistência de disputar governo e afirma pré-candidatura a deputado federal

Anúncio não menciona saída do ex-prefeito de CG da oposição, mas pode ter ampliado leque de possível aliança com o atual governador. 

Foto: Divulgação. 
O ex-prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), anunciou em nota publicada no começo da manhã desta quarta-feira, 15/12, que desistiu da disputa ao cargo de govenador do estado e oficializou a sua pré-candidatura a deputado federal; cargo que ele já exerceu anteriormente.
 

A decisão, segundo Romero, se deu após ouvir familiares e amigos; mas veio a público após uma conversa dele com o presidente do PSD, o ex-ministro Gilberto Kassab, ontem, em Brasília. 

A nota não menciona saída do ex-prefeito de CG da oposição, porém, segundo alguns setores da imprensa paraibana, a desistência de Rodrigues de concorrer ao Palácio da Redenção, abre ainda mais os leques para uma aliança com o governador João Azevêdo (Cidadania). 

Veja a nota na íntegra

"Aos amigos paraibanos 

Nas últimas semanas, houve um intenso e crescente interesse da mídia em relação ao meu nome no Estado com vistas às eleições 2022. Mesmo considerando prematuros o debate e as pressões em torno de definições, com base no tempo das instituições, encaro como um fenômeno inerente ao jogo democrático. O que efetivamente considero como mais importante: em nenhum momento, abri mão de meus princípios e de meu estilo de exercer a política – que tem como base o diálogo, o respeito ao contraditório e o interesse público, com prioritária atenção à cidade que sempre será meu porto seguro e pela qual tenho respeito, gratidão e compromisso: Campina Grande. 

A praticamente um ano do próximo pleito, estive diante de vários caminhos possíveis e desafios concretos. Como é meu padrão, faço sempre questão de avaliar as possibilidades ouvindo minha família, meus amigos, aliados políticos e o sentimento das ruas. Já fui vereador, deputado estadual, deputado federal e prefeito pela vontade do povo. Graças a Deus, encerrei dois mandatos seguidos na Prefeitura de Campina Grande num nível de aprovação que, longe de me envaidecer, só aumentou minha responsabilidade com nossa terra e nosso povo. Tenho orgulho desse legado, que não pertence a mim, mas a milhares de pessoas de bem que contribuíram comigo ao longo de todos esses anos. 

Há mais de 30 anos, tenho sido leal, solidário e me comportado, com muito orgulho e nenhum arrependimento, como um soldado ou aliado de um grupo político que, como tantos outros, conheceu a alegria e o bônus das vitórias, mas também o sabor amargo e o ônus das derrotas nas urnas. Normal. Quando se prevalece a soberania do voto popular, os resultados são sempre pedagógicos. 

Com paciência e responsabilidade, tenho avaliado as possibilidades legítimas sob vários ângulos. Dentre estes, pesa a minha honrosa missão de presidente do Partido da Social Democracia (PSD) na Paraíba – o que naturalmente me impõe desafios na consolidação e avanços nos espaços da legenda no pleito 2022. Compromisso que venho tratado diretamente com o amigo e presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, que tem a cada dia me surpreendido por seus crescentes gestos de atenção e lealdade. 

Portanto, dentro de uma estratégia amadurecida e alinhada com os planos nacionais do PSD, anuncio a decisão de colocar meu nome como uma alternativa à Paraíba para a Câmara Federal no próximo ano. Mais um grande desafio para a minha vida pública, que encaro com determinação, fé em Deus e sob a soberana vontade do povo. 

Aliás, por último, não poderia deixar de registrar aqui um misto de alegria e tristeza que emerge dessa minha fase de praticamente um ano de peregrinação e conversas no Estado, como pré-candidato a Governador. Alegria pelas incontáveis manifestações espontâneas de carinho, solidariedade e apoio a esse sonhado projeto de qualquer homem público paraibano de chegar ao Palácio da Redenção. Tristeza porque muitos fatores, que independeram de minha vontade, contribuíram para uma mudança de rota e adiamento do sonho. 

Peço desculpas, humildemente, a todos que acalentaram comigo esse sonho adiado. Gostaria muito um outro desfecho para este capítulo de minha vida, mas sempre entendi uma verdade: não é sábio se impor contra o destino e os desígnios de Deus. A vida segue. E, desde que mantenhamos a cabeça erguida, o espírito pronto e os princípios firmes, é só uma questão de tempo alcançarmos nossas metas. Muito obrigado a todos e que o Senhor continue a nos guiar em nossa jornada."

Romero Rodrigues

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário