Enfermagem emite nota de repúdio em face dos valores ofertados pelo governo em concurso na PB

Foto: Reprodução / Instagram. 
O Conselho Regional de Enfermagem da Paraíba – Coren-PB emitiu uma nota de repúdio ao governo do Estado por a categoria se sentir desvalorizada em face dos salários ofertados a mesma em um concurso direcionado a profissionais de saúde no estado, com edital publicado nesse sábado, 3/7. E oferece os valores de R$ 1500,00 e R$ 1300,00, para enfermeiro e técnico de enfermagem, respectivamente, para uma carga horária de 40 horas semanais.

- Diante do exposto, repudiamos veementemente os valores oferecidos aos trabalhadores de enfermagem no referido certame, ao tempo em que solicitamos que o edital seja revisto, sob pena de impugnação do processo de seleção, motivado pelas atuais circunstâncias e condições de trabalho oferecidas aos profissionais que estão sustentando a saúde da Paraíba. – diz um dos trechos da nota

Confira a nota na íntegra

A enfermagem é uma profissão essencial para a prestação de saúde no Brasil e seu exercício profissional possui grande impacto na qualidade e na segurança da assistência prestada ao cidadão, contribuindo significativamente para a sustentação do Sistema Único de Saúde.

Os profissionais de enfermagem convivem diariamente com a dor, o sofrimento e a doença, fatos estes que foram agravados no atual contexto da pandemia da Covid-19. Salientamos ainda, que o cuidado técnico especializado de enfermagem é essencial para garantir a sobrevivência de milhares de pessoas. Além disso, é a maior força de trabalho para a imunização de toda a sociedade.

Entretanto, apesar do protagonismo da enfermagem no combate a pandemia e imunização da população da Covid-19, fomos surpreendidos com o Edital Nº 001/2021- Fundação Paraibana de Gestão em Saúde, da Secretária de Saúde da Paraíba, que oferece os valores de R$ 1500,00 e R$ 1300,00, para enfermeiro e técnico de enfermagem, respectivamente, para uma carga horária de 40 horas semanais.

Estes valores são incompatíveis com o nível de formação profissional, as atribuições desempenhadas, os riscos de contaminação a que estamos expostos e a média de salário mensal da categoria. Vale lembrar que o Coren-PB defende o piso salarial para os enfermeiros no valor de R$ 7.315, e para os técnicos de enfermagem o valor de R$ 5.120,50 para jornada de 30 horas semanais, seguindo o que propõe o Projeto de Lei 2.564/2020 de autoria do Senador Fabiano Contarato.

O questionamento que fica é o quanto vale o trabalho técnico especializado de enfermagem neste contexto? Qual o parâmetro utilizado para definir a remuneração? Quanto nos custa cuidar da nossa própria saúde frente ao risco iminente de contaminação e de adoecimento mental no trabalho?

Diante do exposto, repudiamos veementemente os valores oferecidos aos trabalhadores de enfermagem no referido certame, ao tempo em que solicitamos que o edital seja revisto, sob pena de impugnação do processo de seleção, motivado pelas atuais circunstâncias e condições de trabalho oferecidas aos profissionais que estão sustentando a saúde da Paraíba.

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário