Deputado pede que governador da PB estude criação de auxilio emergencial após fim do que é pago pelo Governo federal

Segundo Tovar C. Lima, o fim do auxílio emergencial na pandemia vai afetar renda das famílias paraibanas mais pobres e Governo do Estado tem que criar renda semelhante.

Foto: Divulgação / Ascom. 
O fim do auxílio emergencial pago pelo Governo Federal para os brasileiros mais carentes está perto de chegar ao fim. Serão mais três meses do benefício. Muitas famílias estão com dificuldades para manter as necessidades básicas e com o fim do auxílio não terão mais uma renda mínima. Além disso, nos deparamos com aumentos constantes nos preços de itens básicos como feijão, arroz, carne, frango botijão de gás e combustíveis. 

Observando essa realidade e a possibilidade de agravar ainda mais a insegurança alimentar, o deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB) propôs que a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) comece a debater o tema para encontrar soluções que possam ajudar paraibanos que ficarão em situação difícil, uma vez, que a renda disponível para compras além do básico vai encolher 17,7% nas classes D e E, segundo estimativas da consultoria Tendências. 

O tucano sugere ainda que o governador João Azevedo estude a possibilidade de criar um auxílio para socorrer os paraibanos em situação de vulnerabilidade. “Estamos falando de falta de comida e isso é sério. Precisamos de uma ação efetiva. Reconheço que o programa ‘Tá na mesa’ é importante, mas não é suficiente”, destacou. 

Tovar afirma que a pandemia do coronavírus também trouxe uma série de problemas econômicos e ampliou o desemprego. “Precisamos começar a discutir ações para socorrer a população que depende do auxílio emergencial para viver. O Governo Federal prorrogou por mais três meses, mas essa situação fica cada vez mais próxima de acabar. Por isso, defendo que a Assembleia Legislativa paute essa discussão para que juntos possamos encontrar soluções que contribuam para garantir o alimento na mesa dos paraibanos e que o Governo do Estado faça a sua parte”, disse Tovar. 

O deputado lamentou o fato do Governo do Estado não ter disponibilizado nenhuma ajuda financeira aos mais necessitados durante a pandemia causada pela covid-19. O parlamentar chegou a sugerir um auxílio na Paraíba. “É preciso que o Governo da Paraíba tenha sensibilidade, saia da inércia e comece a planejar um projeto que socorra paraibanos que estão passando por grande dificuldade. Alguns estados começaram a planejar e alguns já vão começar a realizar os pagamentos de auxílios. Aqui na Paraíba, precisamos começar a discutir essa possibilidade”, destacou. 

Tovar lembrou ainda que o Governo do Estado tem condições de arcar com uma ajuda voltada as famílias mais carentes já que a arrecadação de ICMS vem crescendo, mesmo com a pandemia. Nos dois primeiros meses de 2020, o Estado da Paraíba arrecadou R$ 1.077.494.235,49. Este ano o valor da arrecadação do importo subiu para R$ 1.254.532.602,02. 

Inflação – O arroz já subiu mais de 50% nos últimos 12 meses, o feijão preto teve alta de 31%, a carne aumentou 35,7%, o gás de 24% e a conta de luz teve fortes reajustes por causa da crise hídrica, apertando assim o orçamento dos mais pobres. (*) Com Assessoria

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário