Com gol polêmico, Bayern de Munique vence Tigres e conquista o Mundial de Clubes

Bayern 1 x 0 Tigres-MEX. Estádio Cidade da Educação, Doha, Catar. Foto: Karim Jaafar / AFP. 
A temporada do Bayern de Munique está completa. Nesta quinta-feira, o time do técnico Hansi Flick venceu o Tigres, do México, por 1 a 0 e faturou o Mundial de Clubes pela quarta vez em sua história. No Estádio Cidade da Educação, em Doha, no Catar, o francês Pavard marcou o gol do clube alemão, que conquistou seu sexto título em menos de um ano.

Além do torneio da Fifa, o Bayern também venceu o Campeonato Alemão, a Copa da Alemanha, as Supercopas da Alemanha e da Europa e a Liga dos Campeões. Com isso, a equipe bávara igualou o feito do Barcelona em 2009, se tornando o segundo clube a garantir a sêxtupla coroa.

Apesar do placar magro, o Bayern de Munique foi amplamente superior na grande decisão, criando as principais chances desde o apito inicial. Já o Tigres, que eliminou o Palmeiras na semifinal, pouco assustou, mas sai do Catar com a melhor campanha de um mexicano no Mundial de Clubes.

O tento de Pavard, no entanto, causou polêmica. Antes do camisa 5 marcar, a bola bateu no braço de Lewandowski. Como a nova regra imposta pela Fifa diz que não importa a posição ou intenção do braço quando o toque gera imediatamente uma situação de gol, o lance deveria ter sido anulado. (*) Gazeta Esportiva


Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário