Dono da Advise afirma ser servidor da PMG e diz que site ligado a MDB credibilizou pesquisa quando divulgou ‘empate técnico’

Foto: Reprodução / Facebook. 
O empresário Clênio Lima, proprietário da Advise Consultoria; empresa que realizou atual pesquisa de intenção de votos em Guarabira, contratada pela TV Mídia, rebateu nesta quarta-feira (9) as investidas contrárias a ele proferidas, segundo o mesmo, inclusive por setores ligados aos pré-candidatos oposicionistas Roberto Paulino (MDB) e Antônio Teotônio (PDT), após a divulgação dos números na última terça-feira (8).

Uma matéria até foi divulgada em um site da Capital e repercutida em outros de Guarabira e região, dando conta do vínculo de Clênio e da sua esposa com a prefeitura de Guarabira, na condição de servidores.

O editorial de PLUGADOS NA NOTÍCIA entrou em contato com Clênio, em relação ao assunto, o qual afirmou que é sim servidor efetivo do município de Guarabira, há quase 25 anos, mas que, cujo mesmo, não existe nenhuma conduta vedada dele estar realizando tal serviço, pois foi contratado por um veículo de imprensa e não pelo órgão público no qual é vinculado.

“Sou servidor da Prefeitura de Guarabira sim, há quase 25 anos. E não existe nenhuma conduta vedada em eu estar fazendo este tipo de serviço, até porque fui contratado por um veículo de imprensa, não pelo órgão público que sou vinculado. Para divulgar uma pesquisa estatística de intenção de votos, é imprescindível que uma empresa apresente uma série de critérios técnicos determinados por resoluções normativas. Se divulgamos, é porque preenchemos tais exigências”, esclareceu 

Clênio ainda destaca matérias de sites ligados ao MDB que fizeram questão de noticiar empate técnico entre Marcus Diogo e Roberto Paulino; dando credibilidade aos números. Além de pré-candidatos a vereador emedebistas que também deram crédito ao levantamento feito pela Advise, quando exibiram nas redes sociais que estavam entre os primeiros mais lembrados da pesquisa.

Acerca de questionamentos feitos pelo pré-candidato Teotônio, por tê-lo utilizado como 'Antônio' na pesquisa, Clênio escalreceu que foi utilizado o primeiro e o segundo nome dos três postulantes. "Se o questinamento foi por ter ficado em terceiro lugar, vale ressaltar que tal colocação ocorreu tanto na pesquisa estimulada como na espotânea", disse

A aferição da Advise mostrou os seguintes resultados na corrida pela PMG (estimulada e espontânea): 1º Marcus Diogo (34,7/28,5), 2º Roberto Paulino (31,6/22,6) e 3º Antônio Teotônio (18,3/11,8).

Clênio Lima adiantou que após as convenções partidárias, com as três chapas oficializadas na cidade de todos os guarabirenses, a Advise fará mais um levantamento.

@RedaçãoPlugados

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário