Vítima de tiros não resiste e morre no Hospital Regional de Guarabira; confirma direção

Delsinho sofreu 5 tiros, foi levado ao HRG e não resistiu. Foto: Reprodução / WhatsApp. 
Morreu na tarde desta quinta-feira (6) um homem conhecido por Delsinho, de 41 anos de idade, que foi vítima de uma tentativa de homicídio na noite do dia anterior, após sofrer cinco disparos de arma de fogo, inclusive na cabeça. 

Segundo a polícia, ele era um dos suspeitos de ter matado o vigilante Gilvan na mesma noite do último dia 5, e momentos depois foi surpreendido por uma pessoa que chegou de moto e atirou contra o mesmo, na Rua Hermenegildo Cunha, no bairro Nordeste I, próximo à casa de um homem de prenome Aldo; o qual encontra-se detido pela Polícia Civil, como segundo suspeito de ter participado da morte do vigilante.

Delsinho foi levado até o Hospital Regional de Guarabira em estado grave, por uma equipe do Corpo de Bombeiros e, ontem não resistiu à gravidade dos ferimentos. Sendo o seu falecimento confirmado pela direção do hospital.

 

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário