Especialista dá dicas para quem quer começar a investir e destaca que crise da pandemia traz oportunidades de novos negócios

O advogado Diogo Mariz; especialista em mercado financeiro e investimentos geral. Foto Divulgação. 
ECONOMIA - Muita gente ainda pensa que investir em ações é uma prática exclusiva para pessoas com muito dinheiro, mas a realidade não é bem assim. O advogado e especialista em mercado financeiro e investimentos em geral, Diogo Mariz, diz que existe um mito relacionado ao mundo dos investimentos, o que impede que muitas pessoas comecem a ser um investidor. De acordo ele, mesmo com pouco dinheiro e em tempos de crise, como o que passamos com a pandemia do coronavírus, é possível investir, fazendo o dinheiro render. No seu Canal do YouTube, o Caro Investidor, ele aborda todas as questões voltadas a educação financeira e traz semanalmente dicas praticas para ajudar quem quer investir no futuro. 

Segundo o especialista, para investir com segurança os interessados precisam seguir alguns passos como estudar sobre o mercado e conhecer quais tipos de aplicações existem. Sobre os investimentos em tempos de pandemia, Mariz garante que sempre é tempo para se investir. “Período de crise é uma excelente oportunidade de investir em empresas sérias com ações descontadas”, afirmou. 

De acordo com Diogo Mariz, existe um passo a passo que deve ser seguido para quem quer iniciar essa jornada de investimento, como: saber qual o perfil de investidor (se é conservador, moderado ou arrojado); investir em conhecimento, com aquisição de livros e leitura de artigos; abrir conta em uma corretora de valores credenciada e de boa reputação; e diversificar os investimentos para mitigar riscos. Para ele, as diversificações podem ser em investimento em ações; tesouro direto; CDBS e fundos de investimento imobiliário. 

O especialista esclarece ainda que, especificamente quanto às ações, o investidor deve entender que ele será sócio da empresa que pretende investir. De acordo com ele, é muito importante saber escolher as empresas certas para se investir, analisando o que chama de cinco regras de ouro. 

A primeira regra diz que quanto maior o patrimônio menor a possibilidade de prejuízo. Também se observa a relação preço dividido pelo valor patrimonial da ação(p/vpa) deve ser sempre menor ou igual a 1,5, isso significa dizer que a ação está com “desconto”; os lucros constantes ao longo dos últimos 5 anos; o passivo circulante que deve ser menor ou igual a 50% do ativo circulante, lembrando que o passivo circulante representa as contas de curto prazo, e o ativo circulante os valores a receber no curto prazo; e o pagamento de dividendos ao longo dos últimos cinco anos. 

Para Diogo Mariz, tudo bem se as pessoas ainda se sentem um pouco inseguras quanto ao mundo dos investimentos. Segindo ele, o importante é buscar o conhecimento para que os primeiros investimentos sejam feitos com segurança. “O conhecimento é a chave para se perder o medo de falar sobre dinheiro e também para aprender o quanto investir é importante”, disse. 

Perfil – Diogo Mariz é advogado, especializando em direito administrativo e gestão pública, atuando em defesa de diversas prefeituras e autoridades públicas. Atualmente, dedicando-se ao estudo do mercado financeiro e investimentos em geral. Ele lançou um canal no YouTube (www.youtube.com/caroinvestidor) em que fala da jornada em busca da educação financeira e traz dicas para quem deseja começa a investir. Além do canal, ele tem Instagram (@caroinvestidor) e Facebook (https://www.facebook.com/caroinvestidor) que tratam de Educação Financeira, Finanças, Investimentos e Bolsa de Valores. (*) Assessoria 


Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário