Pandemia: dor de barriga, manchas na pele e dor óssea: infectologista fala sobre sintomas ocultos do coronavírus

O médico infectologista Fernando Chagas. Foto: Divulgação / Hapvida. 
Gripe, febre, dor e falta de ar. Esses são os principais sintomas que vem à cabeça de qualquer pessoa no momento em que se fala da Covid-19. Porém, a doença apresenta alguns sinais que vão além do quadro gripal. Trata-se dos sintomas ocultos causados pelo coronavírus, a exemplo de diarréia, dor óssea e articular, manchas na pele e a pneumonia silenciosa. O médico infectologista do Hapvida em João Pessoa, Fernando Chagas, fala desses sintomas e destaca a gravidade da doença.
 
O especialista explica o que é a ‘pneumonia silenciosa’ que vem sendo tão comentada e temida. “Na verdade é um quadro em que a pessoa não tem sintomas e que em alguns indivíduos, mesmo sem os sintomas, ao realizar a tomografia vai aparecer uns infiltrados pulmonares, que são pequenas lesões pulmonares – geralmente menos de 25% do pulmão é afetado por isso – e se a pessoa não fizer a tomografia ou o exame de Covid-19 jamais descobriria que teve a doença porque a tendência é que com o tempo os infiltrados sumam”, desmistifica.
 
Fernando Chagas ressalta que essas lesões pulmonares que denominam de pneumonia silenciosa acontecem pela ação do próprio vírus, que tem a característica de causar esses tipos de problemas ao redor do pulmão. “São lesões que chamamos de padrão de vidro fosco, que tendem a melhorar com o tempo. Se o indivíduo aparece com sintomas é ministrado medicamento. Mas, se está sem sintoma não precisa tratar, mas há especialistas que optam por indicar o uso de antibiótico por garantia, caso haja uma infecção bacteriana”, completa.
 
A Covid-19 pode causar sintomas que não são necessariamente gripais como diarréia, dor de barriga, dor óssea e articular. “Dois sintomas que são muito associadas à Covid é a perda do olfato e paladar, tornando muito característico e aumentando a suspeita da presença do coronavírus”, aponta.
 
Outro sintoma que é tido como oculto para coronavírus, ocorre na pele. “Isso é o que chamamos de exantema, que são manchas que se espalham pela pele e se assemelha as manchas da dengue, podendo vir a gerar coceira, mas de um modo geral, não coça e não é um sintoma tão comum e, por isso é só um sintoma a mais que pode ser desenvolvido ou não”, explica.
 
O médico acrescenta que a Covid é uma doença que se apresenta não apenas com sintomas respiratórios, mas também gastrointestinais, sintomas na pele e em vários outros órgãos, como nos rins, causando uma insuficiência renal. “Não dá para se pensar no vírus como algo que causa apenas alterações pulmonares, porque ele também provoca alterações sanguíneas e por aí vai. É uma doença que conforme o tempo vai passando vai se aprendendo cada vez mais sobre ela e a tendência é que daqui para frente – meses ou anos – quando tudo isso passar se tenha uma visão diferente do que se tem hoje, conforme se evolui o conhecimento da doença”, conclui. (*) Ascom Hapvida

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário