Indicado por Pedro Cunha Lima, paraibano vai assumir a Sudene

Nomeado por Jair Bolsonaro, Evaldo Cruz Neto é genro do ex-senador Cássio Cunha Lima. 
Evaldo vai assumir pasta que já foi comandada pelo sogro. Foto: Divulgação. 
O advogado Evaldo Cavalcanti da Cruz Neto vai assumir o comando da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene). Ele foi indicado para o cargo pelo deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) e substitui o empresário caruaruense Douglas Cintra. Cintra era indicação do atual líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho.

Cruz é genro do ex-governador e ex-senador Cássio Cunha Lima (PSDB). Mais recentemente, vinha militando como consultor na área de direito administrativo. Ele é neto do ex-prefeito de Campina Grande, Evaldo Cavalcanti da Cruz. O cargo de superintendente da Sudene já foi exercido por Cássio, durante o governo de Itamar Franco. A Sudene, apesar de esvaziada, é a principal agência de fomento da região.

O nome do paraibano foi divulgado em edição especial do Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira (3). O ex-senador Cássio Cunha Lima traçou rota de aproximação com Jair Bolsonaro (sem partido) nos dias que antecederam o encerramento do primeiro turno das eleições do no passado. Antes dele, o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), primo de Cássio, foi o primeiro gestor a manifestar apoio ao então candidato a presidente. (*) Blog do Suetoni

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário