Campanha contra importunação sexual será levada a Sapé e Guarabira, e Camila destaca ações no combate a violência

.
PRÉVIAS CARNAVALESCAS - A campanha ‘Meu Corpo Não é Sua Folia’, lançada pela Rede de Proteção às Mulheres em Situação de Violência na Paraíba (Reamcav), será levada para as prévias carnavalescas de Sapé e Guarabira, nesta quarta (19) e quinta-feira (20), respectivamente. Para a deputada estadual e presidente da Comissão dos Direitos da Mulher da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Camila Toscano (PSDB), as ações realizadas até agora em blocos de João Pessoa têm garantido o fortalecimento da rede de proteção à mulher.

De acordo com a deputada, após levar a campanha para o interior do Estado as ações devem se intensificar também em João Pessoa no bloco dos Cafuçus que desfila na sexta-feira (21) e no sábado (22) na abertura do Carnaval Tradição, na Avenida Duarte da Silveira, contando com 37 agremiações entre escolas de samba, tribos indígenas, ala ursas e clubes de orquestra.

“Essa é uma ação importante realizada pela Rede de Proteção às Mulheres em Situação de Violência na Paraíba. As presenças dos órgãos envolvidos na campanha ‘Meu Corpo Não é Sua Folia’ têm levado informação às mulheres sobre a importunação sexual que é crime. Muitas vezes, as mulheres que abordamos contam que já passaram por situações de abuso, mas não sabiam que podiam denunciar. Com a campanha presente nas ruas, isso está começando a mudar”, destacou Camila.

A campanha - ‘Meu Corpo Não é Sua Folia’ tem a distribuição de mais de 50 mil leques e outros materiais de divulgação durante as prévias dos blocos pré-carnavalescos em todo o Estado, especialmente durante o projeto Folia de Rua, em João Pessoa, que acontecem entre os dias 13 e 22 de fevereiro, assim como o período do Carnaval, que começa no sábado, dia 22, e se encerra na terça-feira, 25 de fevereiro. O VT da campanha foi criado por Beethowen Souza, com jingle assinado por Fuba, interpretada pela cantora Madu Ayá.

A proposta da campanha é estimular, especialmente as mulheres, a denunciarem as ocorrências à polícia, nos postos fixos ou através dos telefones 190 e 197. O crime de importunação sexual (Lei 13.718/18) é caracterizado por qualquer "ato libidinoso na presença de alguém e sem seu consentimento" e é bastante comum em festas populares, como o Carnaval e o São João. (*) Ascom

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário