Camila defende ampla discussão da Reforma da Previdência e da Fundação PBSaúde, no retorno dos trabalhos na Assembleia

A deputada estadual Camila Toscano (PSDB). Foto: Divulgação / Ascom. 
FIM DO RECESSO - A deputada estadual Camila Toscano (PSDB) defendeu uma discussão ampla dos projetos de iniciativa do Governo do Estado que foram encaminhados à Assembleia Legislativa no final do ano passado, como a Reforma da Previdência e o da Fundação PBSaúde. Os trabalhos no Legislativo Estadual têm início nesta quarta-feira (5).

“São matérias que precisam de um estudo cuidadoso, pois as duas interferem diretamente na vida das pessoas. Vamos tentar convencer os deputados da base do governo da importância de uma discussão mais ampla para que a decisão final não seja prejudicial aos paraibanos”, reforçou.

Camila comentou que é preciso que as matérias sejam discutidas nas comissões e até em sessões especiais para que a sociedade participe do debate e contribua com a formulação dos projetos, que terão um grande impacto entre os paraibanos.

“Mantivemos um trabalho intenso mesmo durante o recesso, mas a volta dos trabalhos na Casa garante a continuidade das votações de matérias importantes para os paraibanos. Vamos continuar nosso trabalho em defesa das mulheres e por mais segurança, educação e saúde no nosso Estado”, disse a deputada se referindo a atuação do seu mandato na Casa.

Perfil – A deputada Camila Toscano foi eleita deputada estadual pela primeira vez em 2014, sendo em 2018, reeleita para a sua segunda legislatura. Natural de João Pessoa, com raízes familiares em Guarabira, no brejo paraibano, Camila é advogada e cresceu no meio da política acompanhando a atuação dos pais: a ex-deputada Léa Toscano e o ex-deputado Zenóbio Toscano, atual prefeito de Guarabira. Atualmente, ela é vice-presidente do PSDB Estadual e preside a Comissão dos Direitos da Mulher. Nacionalmente, faz parte do grupo de estudo da Unale que vem formulando políticas públicas para combater a violência contra a mulher. (*) Ascom

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário