Enem: Inep apura se houve ‘inconsistências’ também no 1º dia de prova

o presidente do Inep, Alexandre Lopes, fala sobre 'inconsistências' no Enem. Foto: Reprodução. 
O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) afirmou neste domingo, 19, que apura “possíveis inconsistências” na correção das provas tanto do primeiro quanto do segundo dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019. No sábado 18, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, afirmou que havia sido detectada uma inconsistência apenas no gabarito do segundo dia de provas do exame.

Nas redes sociais, o Inep afirmou que criou uma força-tarefa para averiguar o problema e disponibilizou um endereço de e-mail de contato (enem2019@inep.gov.br) para os estudantes que suspeitam ter sido prejudicados por “eventuais inconsistências” na correção da prova.

O instituto afirma que vai divulgar o resultado da investigação na segunda-feira 20. Em vídeo divulgado nas redes sociais, o presidente do Inep, Alexandre Lopes, disse que as inscrições no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), usado para o ingresso a universidades públicas, vai ocorrer normalmente na terça-feira 21.

No sábado, Weintraub pediu desculpas aos participantes do exame e afirmou que a “inconsistência” teria impactado um “número muito baixo” de estudantes. A declaração aconteceu horas depois de um grupo de estudantes reclamar do resultado e subir a hashtag #erronoenem nas redes sociais, logo após a divulgação das notas pelo MEC. *Veja

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário