Em nota, MDB nega acusações de Livânia e diz que apoio a Ricardo só aconteceu no segundo turno

O senador José Maranhão discursando no Directório do MDB-PB. Foto: Divulgação / PautaPb. 
Em nota divulgada à imprensa, nesta quarta-feira (8), o MDB negou as acusações da Operação ex-secretária de Administração do Estado, Livânia Farias, na qual revela que o partido, supostamente, teria pedido R$ 8 milhões para indicar o nome para compor a vaga de vice na chapa encabeçada pelo ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), em 2014.

Na nota, o MDB alegou que o apoio do partido a Ricardo não aconteceu no primeiro turno e nem a sigla indicou o vice na chapa do socialista. A nota esclarece, ainda, que o apoio no segundo turno se deu a uma orientação da Executiva Nacional da legenda.

Confira a nota:


*Com BlogAndersonSoares
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário