Calvário: Waldson Sousa comparece à sede da PF para iniciar delação premiada

O ex-secretário de Estado da Saúde, Waldson Sousa. Foto: Divulgação. 
O ex-secretário estadual Waldson de Sousa (Saúde) iniciou, formalmente, a sua colaboração premiada com a força tarefa da Operação Calvário. Na tarde desta quinta (dia 23), Waldson esteve na sede da Superintendência de Polícia Federal para tratar de sua delação. O ex-secretário foi preso, em 17 de dezembro, no âmbito da Calvário 7, junto com Ricardo Coutinho, e mais 15 integrantes do esquema criminoso desbaratado pelo Gaeco.

Sabe-se que, há algum tempo, Waldson vinha tentando negociar uma colaboração com o Gaeco, mas os entendimentos não avançaram. Havia, segundo se especulou, obstáculos levantados por seu advogado Francisco das Chagas Ferreira, também preso em dezembro passado. Também se questionou a possibilidade de Waldson não ter muito a acrescentar nas investigações, destaca publicação do Blog do Hélder Moura.

Agora, pelo visto, Waldson decidiu iniciar o processo de delação. O ex-secretário era um dos auxiliares mais próximos de Ricardo Coutinho, foi secretário de Saúde em sua gestão e, no final do governo, foi guindado à condição de coordenador da campanha do PSB. Com a eleição de João Azevedo, ele foi nomeado secretário de Planejamento por indicação do ex-governador.

É voz corrente que Waldson sabe muito. (Créditos: ParaibaRadioBlog)

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário