Zezé Motta conversa sobre Igualdade Racial no Teatro Paulo Pontes, no Dia da Consciência Negra


Zezé Motta. Foto: Divulgação. 
A programação do Dia da Consciência Negra, comemorado em 20 de novembro, data da morte de Zumbi dos Palmares, continua na Paraíba com uma série de atividades culturais, integrando as atividades do Governo do Estado em comemoração ao Novembro Negro, que em 2019 tem como tema ‘Compromisso com a Igualdade Racial’.  Nesta segunda-feira (18) a Funesc em parceria com a Secretaria da Mulher e da Diversidade Humana promovem a ‘Conversa com Zezé Motta (RJ): Justiça Social e Igualdade Racial’, que acontecerá no Teatro Paulo Pontes, em João Pessoa, às 19h. O acesso é gratuito.

A programação cultural traz, ainda, ‘Contos Estrelados’, atividade que acontece no dia 26, às 14h, começando com a contação de histórias, seguida de sessão do Planetário e visita à Estação Ciência do Espaço Cultural. A ação é destinada às crianças de comunidades tradicionais da Paraíba. Já no dia 27, o destaque é para as artes visuais, com a abertura da exposição ‘Ecos’, de Neska Brasil. A mostra, que integra as atividades da edição de 2019 do Panapaná – Novembro das Artes Visuais, poderá ser vista no Espaço Expositivo Alice Vinagre no Espaço Cultural.

As ações culturais do Novembro Negro na Paraíba foram pensadas pela Fundação Espaço Cultural (Funesc) em parceria com a Secretaria da Mulher e da Diversidade Humana. Durante todo o mês, serão realizadas atividades nas diversas áreas de atuação das secretarias e órgãos estaduais.

Zezé Motta (RJ) - Uma das fundadoras do Movimento Negro Unificado, no início dos anos 1970. Com mais de 40 filmes no currículo, Zezé Motta também é celebrada no cenário musical, na TV e no teatro. Mulher, negra, brasileira, estrela da TV e do cinema, mais de 50 anos ininterruptos de carreira uma das poucas artistas que conseguem se equilibrar com respeito nos campos da atuação e da canção popular. Essa é Zezé Motta, que aos 75 anos tem a sua segunda biografia (“Zezé Motta: Um canto de luta e resistência”, de Cacau Hygino) e que segue divulgando o CD “O samba mandou me chamar”, primeiro que dedicou exclusivamente ao gênero, lançado em junho pela Coqueiro Verde.

Novembro Negro: Compromisso com a Igualdade Racial

18/11, 19h - Teatro Paulo Pontes - Conversa com Zezé Motta (RJ): Justiça Social e Igualdade Racial
26/11, 14h - Contos Estrelados: Contação de histórias + sessão do Planetário + visita a Estação Ciências para crianças de comunidades tradicionais da Paraíba - Espaço Cultural José Lins do Rêgo;
27/11 - Abertura da Exposição “Ecos” - Neska Brasil - Espaço Expositivo Alice Vinagre (Programação Panapaná)

Obs.: O Cine Banguê preparou uma programação especial durante todo o mês com filmes que trazem a temática racial.

Secom-Pb

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário