Libertadores: River Plate pressiona, faz 2 a 0 no Boca Juniors e abre boa vantagem na semifinal

River Plate 2 X 0 Boca Juniors (Estádio Monumental de Nuñez), Foto: Espn. 
Quase um ano depois das fatídicas cenas antes da decisão da Libertadores, o Monumental de Núñez esteve em "clima de paz" para receber o clássico entre River Plate e Boca Juniors, desta vez pela semifinal da Libertadores.

Melhor para o time millonario (novamente), que dominou as ações, empilhou chances e derrotou o maior rival por 2 a 0, nesta terça-feira, pelo jogo de ida, abrindo boa vantagem no confronto.

Logo aos 5 minutos de partida, o VAR acionou o árbitro brasileiro Raphael Claus por falta dentro da área de Emmanuel Más sobre Rafael Borré. Pênalti que o próprio camisa 19 cobrou e marcou.

O duelo estava aberto, e quem teve a principal chance foi o Boca: em lance incrível, Ramon Ábila (ex-Cruzeiro) rolou para Capaldo, frente a frente com Armani, isolar a bola.

O camisa 14 ainda seria expulso ao final do jogo.

Na etapa final, o River partiu para cima e criou diversas, com Andrada e a trave salvando o segundo gol.

Até que não teve jeito: aos 25 minutos, após linda tabela, Matías Suárez deu passe rasteiro açucarado para Ignácio Fernández ampliar a contagem.

Cansado, o Boca não assustou mais a meta de Armani e se safou de levar outros gols.

Agora, a missão complicada para o Boca virar será em La Bombonera, no dia 22 de outubro.

Nesta quarta, às 21h30 (de Brasília), começa a outra semifinal entre Grêmio e Flamengo, com o duelo de ida acontecendo em Porto Alegre.

Espn
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário