Botafogo-PB vence Imperatriz e se consolida no G-4 do Grupo A

Botafogo-PB 2 x 1 Imperatriz (Foto: Paulo Cavalcanti / Botafogo-PB)
SÉRIE C- Com a cabeça na quarta-feira, quando decidirá a Copa do Nordeste contra o Fortaleza, o Botafogo-PB mandou um time alternativo para campo neste domingo (26), para enfrentar o Imperatriz-MA, pela quinta rodada da Série C do Campeonato Brasileiro.

E com dois gols de Felipe Alves, o Belo venceu por 2 a 1, sem sustos, e se firmou no G4 na tabela de classificação. Foi a primeira vitória do time pessoense jogando em casa nesta edição da terceira divisão.

Mesmo com um time bastante modificado, o Botafogo-PB começou o jogo controlando as ações e envolvia a equipe maranhense. Aos 9 minutos, o Belo organizou uma boa trama na esquerda com Charles e Kelvin. O atacante invadiu a área e tocou para o meio, onde encontrou Felipe Alves, que chegou batendo de primeira, de perna canhota, mas a bola subiu demais.

A defesa botafoguense falhou aos 15 minutos, e Val Barreto se aproveitou para invadir a área e bater cruzado, de esquerda, mas Saulo se esticou todo e desviou com a ponta dos dedos da mão esquerda para evitar o gol dos visitantes.

Em rápida troca de passes, o Belo assustou mais uma vez aos 21 minutos. Neilson avançou pela direita, tocou para Felipe Alves no meio, e o atacante achou Enercino na esquerda. O camisa 20 avançou, e da entrada da área chutou forte, de esquerda, mas Jean caiu bem para fazer a defesa.

Mas foi em um vacilo da defesa do Cavalo de Aço que o gol do Botafogo-PB. Aos 39, a zaga cochilou na saída de bola e Felipe Alves foi esperto para roubar a bola, invadir a área e tocar no canto esquerdo na saída do goleiro Jean para estufar a rede e abrir o placar.

Segundo tempo
Com time misto e vantagem no marcador, o Belo seguiu dominando o jogo e sendo dono das ações após o intervalo.

Na marca dos 10 minutos, Felipe Alves invadiu a área pela esquerda, cortou um defensor e foi derrubado por Diogo Oliveira. O árbitro marcou pênalti. O próprio Felipe Alves foi para a cobrança e mandou no meio do gol. A bola chegou a tocar no travessão, mas desta vez o Botafogo-PB converteu a penalidade.

Mesmo vencendo e com o jogo controlado, Evaristo Piza, com a cabeça na quarta-feira, quando precisará vencer o Fortaleza para levar a decisão da Copa do Nordeste para os pênaltis ou ficar com a taça nos 90 minutos, modificou o time o deixando mais ofensivo, testando mais uma opção de formação. Com as entradas de Dico e Hiago nas vagas de Enercino e Erivélton, a equipe botafoguense ficou com quatro atacantes na linha de frente.

A equipe maranhense só conseguiu chegar com perigo aos 33 minutos, quando Talisson fez boa jogada no meio campo, passou por três defensores e invadiu a área. Na hora de marcar, Saulo se agigantou, fechou o ângulo e mandou para escanteio. Na cobrança, após desvio na primeira trave, Donato salvou em cima da linha e evitou o gol do Imperatriz.

Se postando de maneira ofensiva, quase o Botafogo-PB marca o terceiro aos 40 minutos. Marcos Vinicius deu grande passe para Neilson na direita, que invadiu a área e bateu cruzado, mas Jean conseguiu espalmar e afastar o perigo.

Aos 49, um minuto antes do fim do jogo, Talisson cobrou falta da direita e Diogo Oliveira subiu mais que todo mundo para diminuir o placar.

Com a vitória, o Botafogo-PB chegou aos 9 pontos e pulou para a terceira colocação do Grupo A. Na quarta-feira (29), o Belo faz o jogo mais importante do ano, a final da Copa do Nordeste, no Almeidão, contra o Fortaleza. Pela Série C, no próximo fim de semana a equipe pessoense visita o Confiança, em Aracaju.

O Imperatriz permanece com 5 pontos, na sétima posição da tabela. Pela sexta rodada, o Cavalo de Aço recebe o Santa Cruz, no sábado (01).

Paraibaonline

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário