ELAS: contadora de história guarabirense Luzia Tereza será a homenageada do Festival das Mulheres Artistas

GUARABIRA CULTURAL - Considerada a maior contadora de histórias do mundo, pela inventividade de narrar lendas e também pela quantidade de relatos que deixou gravados, a guarabirense Luzia Tereza dos Santos, nascida no ano de 1909, será a mulher homenageada pela Prefeitura Municipal de Guarabira durante o Festival das Mulheres Artistas (ELAS), um grande evento de artes integradas que acontecerá esta semana, de 20 a 23 de março, em vários locais da cidade.

Luzia Tereza, uma mulher humilde que não sabia ler e nem escrever, viveu 74 anos e faleceu de câncer em 1983 na capital da Paraíba. Na época ela morava na cidade de Bayeux, mas era filha de Guarabira. Quando criança, em sua terra natal trabalhou na roça e depois, quando crescida, como doméstica. Entre os anos de 1977 e 1983, gravou uma série de contos populares para o projeto “Jornada de Contadores de Estórias da Paraíba”, desenvolvido pela Universidade Federal da Paraíba através do Núcleo de Pesquisa e Documentação de Cultura Popular, na época coordenado pelo professor e escritor Altimar Pimentel.

O escritor, que também já faleceu e esteve em Guarabira várias vezes, declarou que Luzia Tereza foi “a maior contadora de histórias do mundo”, e em vida ele publicou três livros de contos intitulados “Estórias de Luzia Tereza”, pela Thesaurus Editora.

Desconhecida, e praticamente esquecida na própria terra em que nasceu, Luzia Tereza será a homenageada desse festival de artes que irá reunir 27 atrações culturais, durante quatro dias, com atividades artísticas desenvolvidas por mulheres da Paraíba. O evento é pioneiro e Guarabira é o primeiro município paraibano a realizar um festival de artes femininas, dentro das comemorações do mês da mulher. O festival é realizado pela Secretaria de Cultura e Turismo em parceria com a Secretaria de Políticas Públicas para a Mulher.

Nas homenagens a Luzia Tereza, dentro da ampla programação, será exibido um vídeo na noite da abertura (quarta-feira, 20), e no dia seguinte haverá uma sessão de contação de histórias com a atriz e contadora Emilie Andrade, de São Paulo, que estará em Guarabira na manhã do dia 21 para essa atividade, ocasião em que também haverá uma roda de conversa sobre a homenageada Luzia Tereza.

Para conhecer toda a programação do Festival das Mulheres Artistas (ELAS), CLIQUE AQUI.

Codecom/Secult
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário