Se for chamado para a missão vai enfrentar, diz Marcus sobre disputa a prefeito de Guarabira

O vice-prefeito de Guarabira, Marcus Diôgo (PSDB), disse na manhã desta sexta-feira, 25, que em relação a disputa pela sucessão municipal em Guarabira, se for chamado para a missão enfrentará. Em outras palavras, Diôgo confirma aceitar, se convidado uma pré-candidatura a prefeito do município em 2020, mas manda recado e diz que não pretende comprar eleição a todo custo para alcançar o poder. O vice-prefeito se posicionou deste modo, durante entrevista concedida ao Jornal da Manhã, apresentado por Humberto Santos e Cid Cordeiro, na Rádio Constelação FM de Guarabira.

- (...). Se eu for chamado para uma missão, a gente vai enfrentar, eu não sou daquele de desistir daquilo que for chamado. (...) O fato de estar na vida pública faz com que eu esteja à disposição de enfrentar tudo aquilo que vier. Mas eu não gostaria nunca de comprar uma eleição, isso fica para quem não tem carisma e busca loucamente comprar uma eleição – disse Marcus respondendo pergunta de Humberto Santos sobre a sucessão do prefeito Zenóbio em 2020.

MD ainda reafirmou, parafraseando o prefeito Zenóbio, que a sua preocupação continua sendo ‘zero’ em relação a ser o possível nome do seu grupo para disputar o governo municipal nas próximas eleições. O tucano disse que neste instante o foco é a conclusão de obras e início de novas ações realizadas em prol do povo guarabirense através da gestão de ZT.

Mas finaliza Marcus Diôgo dizendo, que a população de Guarabira quer pessoas sérias tomando conta do dinheiro público, dando, segundo o mesmo, continuidade ao trabalho desenvolvido pelo prefeito Zenóbio. 

- Estamos fazendo e vamos fazer muitos mais. (...). Ninguém quer retroagir, a população vai decidir se quer continuar o trabalho ou retroceder, voltar ao atraso - finalizou o vice-prefeito.

@RedaçãoPlugados

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário