Percinaldo deixa Secult de Guarabira por fim de impasse sobre expedientes na UEPB; Tarcísio assume vaga

Percinaldo Toscano (Foto: Divulgação / Facebook). 

O professor Percinaldo Toscano não é mais o secretário de Cultura e Turismo da Prefeitura de Guarabira. Ele foi exonerado do cargo na última quarta-feira, 31, conforme ato divulgado através da Portaria nº 128, na edição do Diário Oficial do Município do referido dia. Em seu lugar assume o teatrólogo e escritor Tarcísio Pereira.

De acordo com o professor Percinaldo, em contato com a redação de PLUGADOS NA NOTÍCIA, o próprio que é servidor efetivo da UEPB Campus III, na função de Técnico Administrativo, disse que estava sendo cobrado pela direção da universidade a dar dois expedientes e teria que decidir entre o cargo comissionado na PMG e a sua função no Campus universitário. E o que também teria pesado na sua decisão foi o receio, que isso pudesse afetar de forma negativa em sua aposentadoria, a qual, cujo mesmo, estar bem próxima de acontecer, com isso ele resolveu abdicar do comando da Secult de Guarabira.

Perguntado se ele teria ficado insatisfeito com a exoneração, como foi noticiado em matéria publicada no website Fato a Fato, ele negou essa informação e disse que foi tudo acertado com o prefeito Zenóbio Toscano. E, ainda, questionou da seguinte forma: “como é que eu vou ficar insatisfeito, se fui eu que pedir para sair? ”

Tarcísio Pereira (Foto: Divulgação / Facebook)
Em seu lugar o prefeito está nomeando o escritor e teatrólogo Tarcísio Pereira, o qual já tem ligação com o meio cultural guarabirense desde a segunda administração da ex-prefeita Léa Toscano (2000/2004), quando naquela ocasião, Pereira convidado pela gestão, organizou as edições do inédito Festival Nordestino de Teatro de Guarabira (FENETEG).

Tarcísio voltou a ter vínculos frequentes com a Cultura local desde o ano passado (2017), quando o prefeito Zenóbio fechou uma parceria com o mesmo para estar à frente do Festival Nordestino Primavera do Teatro em Guarabira – uma versão do FENETEG, que, como na gestão da então prefeita Léa – também repercutiu, de forma positiva, em todo o Nordeste do Brasil, no governo ZT.

O professor André Filho foi o primeiro a comandar a Secult na gestão anterior de Zenóbio. Com o afastamento de André, por motivos superiores, o professor Percinaldo assumiu a pasta até o final do mandato (2016), sendo lhe renovada a mesma tarefa, em 2017, quando Zenóbio conseguiu a sua reeleição em 2016. Passando, o prefeito, agora, a liderança da secretaria em questão, para Tarcísio Pereira.

@RedaçãoPlugados


Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário