Cartaxo rebate Manoel Júnior e dispara: “Quem acabou com o sonho dele ser prefeito de JP foi Maranhão e não eu”

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), rebateu nesta quarta-feira (5) as declarações do vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Júnior (PSC), que anunciou apoio à candidatura do senador José Maranhão (MDB) e declarou que Cartaxo não cumpriu os compromissos com ele. Cartaxo afirmou que Maranhão foi quem tirou o sonho de Manoel Júnior de ser prefeito da capital.

“Ele saiu do MDB porque entendeu que o mais prejudicado teria sido ele e quem o prejudicou foi Maranhão porque tirou dele o sonho dele ser prefeito da capital. Disse várias vezes que era um cacique, que não tinha condições de conviver com Maranhão, que esse tinha muito desejo de poder, foi isso que aconteceu na prática”, declarou.

Cartaxo relembrou como aconteceu o processo de formação da chapa encabeçada por ele na corrida eleitoral de 2016, exaltando que Manoel, até então filiado ao MDB, titubeou diversas vezes sobre a decisão de assumir o cargo ou continuar como deputado federal.

“Está para nascer algum político que fosse enganar Manoel Junior. Ele não é mais uma criança, não é um menino na política. Tem experiência foi prefeito, vice, deputado, conhece a conjuntura política do estado. Agora, não dá para querer se passar como vítima de um processo que eu sempre tratei com verdade”, arrematou.

Anderson Soares
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário