SÉRIE D: Treze toma 3 do Ferroviário, faz nenhum e se complica para batalha final em CG

O Ferroviário mostrou que a temporada de 2018 tem tudo para ser coroada com um troféu. E neste primeiro jogo da final, na noite desta segunda-feira, o Tubarão da Barra não deixou o Treze jogar praticamente nos 90 minutos. E marcou 3 a 0, com propriedade. Do outro lado, o Galo da Borborema tentou atacar, articular-se, mas não chegou a levar muito perigo à defesa coral. Diante desse panorama, não deu outra: na Arena Castelão, o Ferrão marcou três vezes e garantiu uma vitória folgada no primeiro jogo da final da Série D do Campeonato Brasileiro.

O jogo começou bem disputado. No entanto, em pouco tempo, o Ferroviário tomou a iniciativa da partida. O primeiro gol surgiu de boa jogada de Edson Cariús, que tocou para Janeudo chutar forte e fazer 1 a 0. A partir daí, os donos da casa foram crescendo cada vez mais. O treze chegava em momentos específicos, mas não conseguia traduzir em lances de muito perigo. No segundo tempo, o Ferrão começou pressionando com três jogadas de muito perigo. Em seguida, o Treze foi para cima. Teve três oprotunidades seguidas, mas não conseguiu o empate. E acabou castigado por isso. Em jogada rápida pela esqeurda, Luís Soares se livrou de marcação e lançou Cariús para ampliar de cabeça. Depois, foi só administrar o placar e criar espaço para, na falha da defesa paraibana, ampliar para 3 a 0. E assim ficou no final.

Com vitória fácil, o Ferroviário pode perder até por dois gols de diferença para ser campeão. Por isso mesmo, joga por um simples empate. O Treze precisa, no mínimo, devolver o placar do Ferrão para levar a decisão para o pênaltis. Se vencer por quatro gols de vantagem, consegue ser campeão brasileiro no tempo normal.

A partida decisiva será no Estádio Amigão, em Campina Grande. Treze e Ferroviário jogam no sábado (4), a partir das 18h30, no jogo de volta da 4ª divisão brasileira.

GloboEsporte.com


Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário