Zenóbio assina contrato para construção de 600 casas populares em Guarabira

Na manhã desta quarta-feira (6/5), o prefeito Zenóbio Toscano assinou, conjuntamente, com o superintendente da Caixa Econômica Federal na...

Na manhã desta quarta-feira (6/5), o prefeito Zenóbio Toscano assinou, conjuntamente, com o superintendente da Caixa Econômica Federal na Paraíba; Dr. Marcos Vinícius Fernandes Neves e o diretor da Construtora Rocha Cavalcante Ltda; Dr. José de Arimatéia Rocha – o contrato para a construção de um conjunto residencial popular em Guarabira, por intermédio do Ministério das Cidades e do FAR (Fundo de Arrendamento Residencial) e contrapartida da Prefeitura de Guarabira. Sendo um total de 600 casas, dividido em uma etapa de 300 residências, outra de 100 e uma terceira etapa de 200 casas.

A solenidade ocorreu no auditório do Casarão da Cultura e, também, contou com as presenças do vice-prefeito Marcus Diogo, o gerente da agência da CEF Guarabira, José Renato, o ex-vereador e empresário Lucas Porpino, os secretários Murilo Filho (Infraestrutura), Cláudio Melo (Finanças), Aguilberto Lira (Gabinete), Elias Asfora (Assistência Social), Alcides Camilo (Sumasa), Percinaldo Toscano (Cultura), Luiz Martins (Agricultura), Robério Arnaud (Indústria e Comércio), Raimundo Macedo (Educação), Wellington Oliveira (Saúde) e Léa Toscano (Mulher); entre outros integrantes da gestão municipal.

E, ainda, os vereadores Renato Toscano, Leonardo Macena, Júnior Ferreira, Tiago do Mutirão e Marcos de Enoque.

O prefeito Zenóbio Toscano e o superintendente da Caixa, Marcos Vinicius, deram uma breve explicação acerca dos critérios para se inscrever no programa.  De acordo com o Dr. Marcos, a renda familiar do interessado ou interessada deve alcançar até R$ 1.800,00 e esteja a pessoa com o NIS – Número de Inscrição Social atualizado. Os contemplados vão pagar, apenas, R$ 180,00 mensais a instituição bancária financiadora, ou seja, a Caixa Econômica Federal.

O prefeito disse que um percentual das moradias será destinado para pessoas com deficiência física, onde a casa será adaptada de acordo com a necessidade das mesmas. Observando que, se as inscrições ultrapassarem o número da porcentagem estabelecida, a regra da escolha passará a ser através de um sorteio. Ainda terão direito a inscrição, mães que tenham filhos nascidos com microcefalia, e também é uma prioridade, famílias que estejam morando em situação de riscos, como casa de taipa, beira de rios, barreiras, encostas, etc.

Zenóbio explicou, ainda, que a empresa, a qual adquiriu o terreno, elaborou os projetos e enviou para a Caixa, onde o mesmo foi avaliado pela referida instituição bancária governamental. E, após prontas, as casas serão entregues, pela empresa responsável, com água encanada, luz elétrica, rede de esgotos, pavimentação das ruas, etc. Ele ainda ressaltou que todo material de construção e mão de obra, que irão ser utilizadas na construção do residencial popular serão, exclusivamente, de Guarabira. Conforme o prefeito, as inscrições serão iniciadas após a construção da primeira etapa, prevista para doze meses.



Codecom

LEIA TAMBÉM

CIDADES 2365115937404577603

Postar um comentário

emo-but-icon

PLUGADOS TV

Em CARTAZ nos CINEMAS!

Curta nossa FanPage

PLUGADOS NO TWITTER

Mais Lidas

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

item