PSDB: "Partido não faz parte, mas apoia o governo", diz Aluísio Nunes

O ministro das Relações Exteriores, o tucano Aloysio Nunes Ferreira, afirmou nesta quinta-feira que as declarações do ministro da Casa Civ...

O ministro das Relações Exteriores, o tucano Aloysio Nunes Ferreira, afirmou nesta quinta-feira que as declarações do ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, sobre a saída do PSDB da base aliada foram mal interpretadas. Segundo ele, o PSDB mantém o apoio ao presidente Michel Temer.

"O PSDB não faz parte da base do governo, o PSDB apoia o governo, não rompeu com o governo. Participação do governo ou não é uma decisão do presidente”, disse Aloysio. Questionado se manteria o cargo de ministro mesmo após uma decisão oficial do partido sobre deixar o governo, Aloysio disse apenas que sim, sem dar mais detalhes e demonstrando irritação.

Nesta quarta-feira, um dia após o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin – pré-candidato do PSDB à Presidência -, pregar o desembarque dos tucanos, Padilha foi ainda contundente ao dizer que “O PSDB não está mais na base de sustentação do governo”, disse.

O partido tem os seus interesses políticos, que está procurando preservar. Nós vamos fazer de tudo para manter um caminhar conjunto, com um projeto único de poder para 2018. Mas o PSDB já disse que vai sair da base no dia 9”, argumentou Padilha, em uma referência à data da convenção nacional do partido.

Ao ser questionado se não haveria constrangimento com a presença de três ministros do PSDB na Esplanada, Padilha disse que Temer pode manter auxiliares tucanos em sua “cota pessoal”.

VEJA.com

LEIA TAMBÉM

POLITICA 4783983383777976367

Postar um comentário

emo-but-icon

VÍDEO / trailer / Cinema

hEm CARTAZ nos CINEMAS!

Curta nossa FanPage

PLUGADOS NO TWITTER

Mais Lidas

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

item