Eliminatórias: Itália empata e fica fora da Copa após 60 anos

Não deu! Mesmo jogando com um San Sirolotado, torcendo para a seleção local, a Itáliaapenas empatou por 0 a 0 com a Suécia, em Milão, e deu adeus às chances de disputar a Copa do Mundo de 2018, após ter perdido a partida de ida da repescagem nas eliminatórias europeias por 1 a 0. Essa é a primeira vez desde 1958, quando o Mundial foi disputado justamente na Suécia, que os italianos ficam de fora.

Fora da Copa, Gianluigi Buffon, goleiro do time, perde a chance de superar os recordes do goleiro mexicano Antonio Carbajal e do zagueiro-meia alemão Lothar Matthäus, que têm cinco Mundiais disputados no currículo. Buffon jogou as Copas de 1998, 2002, 2006, 2010 e 2014 e chegaria à sua sexta Copa em 2018.

Já a Suécia volta a disputar o Mundial após doze anos. Essa será a 12ª participação da equipe, vice-campeã em 1958. A última participação foi na Alemanha, em 2006, com uma eliminação nas oitavas de final, para os donos da casa.

VEJA.com
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário