Polícia elucida caso radialista Ivanildo Viana: “Crime foi político” diz repórter policial

Radialista Ivanildo Viana foi assassinado em 2015.
(Foto: Reprodução /Internet). 
O repórter policial Emerson Machado, o ‘Mofi’, revelou nesta terça-feira, 29, no programa Correio Verdade que a morte do radialista Ivanildo Viana, ocorrida no dia 27 de fevereiro de 2015, teve motivos políticos.

Desde as primeiras horas do dia foram cumpridos mandados de prisão preventiva e de buscas e apreensão em Bayeux e João Pessoa.

De acordo com fontes do repórter Emerson Machado, a ordem do crime teria partido de dentro de um presídio de João Pessoa e três presidiários seriam os mandantes. Um dos presos desta terça é conhecido como ‘Cobra’ e seria do bairro de Mangabeira, outro acusado seria do bairro do Roger.

Mais detalhes sobre a elucidação do assassinato do radialista serão dados pela polícia durante coletiva de imprensa marcada para as 15h, na Central de Polícia, no bairro do Geisel, em João Pessoa.

O Caso - Ivanildo Viana foi assassinado no dia 27 de fevereiro de 2015, no quilômetro 80 da BR 101, no município de Santa Rita. Ele foi atingido por quatro tiros – um na cabeça e três no tórax e morreu ainda no local. Até esta terça-feira o crime seguia sem esclarecimento.

Blog do Ninja
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário