Escola integrada de Guarabira deveria ser no Polivalente, diz Raimundo

O vereador licenciado e secretário de Educação de Guarabira Raimundo Macedo disse não entender o porquê de o governo do Estado ter insisti...

O vereador licenciado e secretário de Educação de Guarabira Raimundo Macedo disse não entender o porquê de o governo do Estado ter insistido em implantar a Escola Cidadã Integrada na Escola Professor José Soares de Carvalho (Colégio Estadual)  em vez de ter posto o tocante serviço na Escola Monsenhor Emiliano de Cristo  (Polivalente).

Para Raimundo, que tem conhecimento de causa, pois já gerenciou o colégio que fica no Bairro Primavera, o José Soares, que foi fundado nos anos 70,  não tem estrutura alguma pra receber o importante programa. "É como se pegasse uma carga de um caminhão e se colocasse em um Fiat uno", comparou.

Desde que o serviço foi instalado no começo deste ano, duras críticas são tecidas ao Colégio Estadual, através de alunos, pais de alunos e da imprensa; entre as reclamações destacam-se, o calor nas salas de aula, falta de banheiros adequados,  e alimentação não satisfatória. O alunado entra às 7h30 e sai às 17h.

O secretário ponderou que o Polivalente estaria mais bem preparado para receber a escola integrada. Pois, segundo ele, além de ter sido construída bem depois, nos anos 80, a referida unidade escolar foi implantada num padrão de escola técnica.

Mas ele minimiza o governador  de toda culpabilidade  e disse que talvez tenha o estado acatado sugestões de aliados que convivem em Guarabira.

O professor Raimundo Macedo fez as referidas  investidas durante entrevista concedida ao programa Conversa Franca, levado ao ar neste sábado,  22, na Rádio Constelação FM de Guarabira; apresentado por Levi Ramos e Tony Souza.


.

LEIA TAMBÉM

EDUCAÇÃO 5449546039703686411

Postar um comentário

emo-but-icon

VÍDEO / trailer / Cinema

Em CARTAZ nos CINEMAS!

Curta nossa FanPage

PLUGADOS NO TWITTER

Mais Lidas

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

item