Header Ads


Tarefas domésticas previnem doenças cardiovasculares

E aqui vai um baita incentivo para quem costuma fazer corpo mole na hora de colocar a casa em ordem: uma pesquisa publicada na Revista Espanhola de Cardiologia aponta que os benefícios da faxina vão além da organização do ambiente. Após analisar 2 698 pessoas na faixa etária de 25 a 79 anos, cientistas da Universidade de Granada, na Espanha, constataram que lavar a roupa, varrer o chão e até cozinhar contribuem para uma melhor saúde do coração.

De acordo com o estudo, os afazeres – mais comuns entre as mulheres – foram decisivos para que os corações da ala feminina fossem considerados mais saudáveis do que os dos homens analisados. Elas dedicavam até dez vezes mais energia à arrumação do lar em comparação a eles.

Um desequilíbrio que, pelo bem do sexo masculino e do convívio familiar, precisa ser remediado. Afinal, outro achado é que, para marmanjos obesos, dividir esse fardo com a mulherada representaria passos largos para longe do diabete e do infarto.

“Os que estavam em melhores condições foram justamente aqueles que não passavam o dia inteiro no sofá”, disse Virginia Ariadna Aparicio García-Molina, do departamento de Fisiologia da Universidade de Granada, à imprensa.

A conclusão reforça o resultado de diversos outros artigos que associam as horas sentadas ao aumento do número de panes no coração ao redor do mundo. “Interromper esse período, mesmo que para fazer algo de intensidade leve, ajuda a combater o índice de mortalidade cardiovascular e a incidência de distúrbios que desregulam o metabolismo”, completou Virginia.

No entanto, não pense que só isso basta. O ideal é aliar as tarefas domésticas a uma boa alimentação e aos exercícios mais tradicionais.

(De Saúde é Vital)

Nenhum comentário