Eike Batista é preso na Operação Eficiência da Lava Jato e levado à presido do RJ

Empresário chega a presídio de Água Santa, no Rio, escoltado pela PF. 
(Foto: Ueslei Marcelino / Reuters). 
O empresário Eike Batista chegou ao presídio Ary Franco, em Água Santa, no Rio de Janeiro, por volta das 11h20 desta segunda-feira, após passar por exame de corpo de delito no Instituto Médico-Legal (IML). Eike, que estava em viagem de negócios em Nova York, foi detido na manhã desta segunda assim que desembarcou no Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio. A prisão do ex-bilionário foi decretada na última quinta e, desde então, ele era considerado foragido da Justiça.

A prisão foi decretada no âmbito da Operação Eficiência, segunda fase da Operação Lava Jato, no Rio de Janeiro. As investigações mostram que Eike repassou 16,5 milhões de dólares em propinas para o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, por meio de contas no exterior.

Eike não tem o ensino superior completo e, por isso, pode ficar em presídio comum. O empresário deve prestar depoimento ainda nesta semana. (Veja)

Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário