MP recebe denúncia feita por Totó sobre desvio de recursos, atrasos de salários e suspensão de serviços em Curral de Cima

SAÚDEO Ministério Público Estadual recebeu denúncia dos problemas da área de saúde que estão sendo enfrentados pela população de Curral de Cima. Após perder as eleições, o atual gestor Nadir Fernandes (PSB) deixou de pagar salários, dispensou médicos e não adquire mais equipamentos básicos para atendimento. Entre as denúncias, está o desvio de recursos no valor total de R$ 90 mil que deveriam ter sido utilizados para implantação de Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) e do Centro de Atenção Psicossocial Infantil (Caps).

Dos R$ 90 mil, R$ 60 mil seriam para a implantação do CEO e R$ 30 mil para a implantação do Caps, mas nenhuma das duas estruturas não foram implantadas e a população ficou prejudicada sem os serviços.  O Setor de Vigilância Sanitária encontra-se com repasse financeiro bloqueado por não ter desenvolvido as ações necessárias. Outro problema sério é que enfermeiros, médicos, dentistas e agente de saúde estão com salários em atraso e, por isso, não estão cumprindo a carga horária, prejudicando a população.

A falta de gestão também fez com que dois relatórios quadrimestrais não fossem apresentados ao Conselho Municipal de Saúde e nem ao Tribunal de Contas, impedindo a fiscalização das ações desenvolvidas. Os balancetes de 2016 da saúde não foram homologados junto ao Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde (SIOPS) e isso pode gerar bloqueio de recursos.

Entre os problemas relatados está a falta de médico e dentista na Unidade de Saúde de Estacada, maior distrito da cidade; falta de materiais, insumos e equipamentos básicos para atendimento médico e odontológico; falta de medicamentos da farmácia básica; ambulâncias com documentações atrasadas; e ausência de transportes para levar os pacientes que necessitam de atendimento junto ao CAPS de Jacaraú.

“O que fica claro é a tentativa da atual gestão de inviabilizar o nosso governo, a partir do ano que vem. Por ter sido derrotado nas urnas, o prefeito vem penalizando a população com a suspensão de serviços, mas acreditamos na justiça e temos a convicção de que todas essas ações serão punidas”, comentou o prefeito eleito de Curral de Cima, Totó Ribeiro (PSDB).

Assessoria / Totó Ribeiro
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário