Governador perde controle das contas e PB fica impedida de contrair empréstimos

Ricardo Coutinho (Foto: Francisco França / JP), 
O noticiário que dominou o final de semana nas redes sociais foi a deterioração das contas do Estado da Paraíba, após divulgação de Boletim das Finanças Públicas dos governos estaduais, do Ministério da Fazenda. Os números mostraram o desastre na contabilidade do Governo, e o rebaixamento de B- para C+ na nota que identifica a capacidade de endividamento do Estado.

O boletim baseia-se nos Programas de Reestruturação e de Ajuste Fiscal (PAF), usados pela União para monitorar contas públicas estaduais e autorizar operações de crédito. O governador tinha pretensão de contrair empréstimo de U$ 550 milhões (R$ 1,7 bilhão) junto a instituições financeiras internacionais, mas com a nota rebaixada não poderá mais ter aval do Tesouro Nacional.

Dentre os vários itens em que Governo RC avançou o sinal vermelho trata da questão da folha de pessoal. A Paraíba, conforme o boletim, tinha ao final de 2015 gastos com o funcionalismo da ordem de 61,13%, ou seja, acima do limite imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal. Agora, segundo os Programas de Reestruturação e de Ajuste Fiscal, foi a 64,44%.

O cenário mostra claramente que o governador perdeu o controle das contas do Estado. E é curioso porque, neste ano de 2016, não concedeu um centavo de aumento ao funcionalismo. (Com Blog do Helder Moura)
Compartilhe no Google Plus
    Faça seu comentario pelo Gmail
    Faça seu comentario pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário